Polícia Federal interdita restaurante fino em Unaí

Conforme informações o gerente do estabelecimento foi preso e foram localizados 15 funcionários em regime análogo à "escravidão" em um condomínio na rua Virgílio Justiniano Ribeiro, que trabalhavam no referido estabelecimento. A interdição de hoje em Unaí é fundamentada no processo criminal de nº 49734-5.2017.4.01.3800

Polícia Federal interdita restaurante fino em Unaí

A Polícia Federal interditou na manhã desta terça-feira 06 de fevereiro de 2018 o restaurante Unagrill em Unaí.

A operação é contra uma seita religiosa investigada desde 2011. A organização  “Comunidade Evangélica Jesus, a verdade que marca” é suspeita de manter fiéis em situação análoga à escravidão em propriedades rurais e empresas em Minas Gerais e Bahia, e ainda se apoderar de todos os bens das vítimas.

A empresa de Unaí seria propriedade da organização investigada. Outras ações foram feitas hoje em Minas Gerais contra a organização, pelo menos 13 pessoas foram presas e nove pessoas ainda estão foragidas.  Outras operações da PF foram realizadas em 2013 e 2015, mas a organização continuou a expandir suas ações.

Conforme informações o gerente do estabelecimento foi preso e foram localizados 15 funcionários que estariam em regime análogo à “escravidão” em um condomínio na rua Virgílio Justiniano Ribeiro, que trabalhavam no referido estabelecimento. A interdição de hoje em Unaí é fundamentada no processo criminal de nº 49734-5.2017.4.01.3800. A ação em Unaí foi comunicada à Polícia Civil de Minas Gerais.

Mais detalhes durante as próximas horas.

Matéria do G1 sobre a operação de hoje no sul de Minas:
PF prende 13 pessoas em quatro estados em nova operação contra líderes de seita religiosa com base em MG